a:link {color: #F781D8} a:visited {color: #819FF7} /* Link já visitado */ a:hover {color: #819FF7} /* Link ao passar o mouse */

25 de março de 2020

Resenha: Contágio


Contágio segue o rápido progresso de um vírus letal, transmissível pelo ar, que mata em poucos dias. Como a epidemia se espalha rapidamente, a comunidade médica mundial inicia uma corrida para encontrar a cura e controlar o pânico que se espalha mais rápido do que o próprio vírus. Ao mesmo tempo, pessoas comuns lutam para sobreviver em uma sociedade que está desmoronando.
Este foi um filme indicado para mim pelo próprio YouTube enquanto eu buscava filmes para assistir com meu namorado (afinal é uma das únicas coisas que se tem para fazer em casa). O trailer me deixou bastante interessada pois traduz um pouco da situação em que estamos vivendo neste momento com o Covid-19. Apesar de ter a ciência que eu poderia ficar muito assustada com o filme eu resolvi assistir.

O filme tem uma boa temática, mas no geral ele deixa muito a desejar. É um emaranhado de histórias diferentes com pessoas diferentes. O filme mostra a rotina dos profissionais da saúde que se empenham em aprender sobre o vírus e a combate-lo. O filme também aborda o como a população mais carente é afetada e aborda também um pouco do privilégio de quem tem dinheiro.

O filme fala muito na questão de ser omitida informações da população e aborda junto a isto um assunto bem comum que se repete no momento atual da história, as fake news. Onde um blogueiro fatura muito fazendo vídeos duvidando da OMS e mostrando uma solução "caseira" para curar o vírus.

Tem muitos temas interessantes abordados, mas o filme não consegue desenvolve-los de maneira satisfatória, de modo que quando acaba o filme você fica com mil e uma dúvidas do que aconteceu de fato. É um bom filme talvez para mostrar a maneira que um vírus se desenvolve e se comporta na sociedade e quais as consequências que isso pode gerar, mas num geral não é filme bom.

Não recomendo assistir no momento atual em que estamos vivendo, principalmente se você sofre de ansiedade e já está sentindo o impacto do isolamento social. Mas é um bom filme pra mandar pro amiguinho que não está levando a situação a sério.

24 de março de 2020

Cuide da sua saúde mental

Em todos os cantos se escuta falar para cuidarmos da nossa saúde, para ficarmos em casa, cuidar da saúde dos nossos idosos, para lavar as mãos e tudo que se refere a saúde física, o que é ótimo, mas você já parou pra se perguntar sobre a sua saúde mental? Como fica a ansiedade e a depressão nessa época? Como ficam outras pessoas com outros transtornos agora? Ficar em casa pode ser terrível para a saúde mental de muitas pessoas, mas é a recomendação da OMS, o que fazer nesse caso?
Antes de mais nada quero dizer que não sou especialista na área, o fato é que eu faço parte desse grupo e ficar em casa para mim tem sido muito desgastante emocionalmente falando, por isso trouxe aqui algumas dicas que me ajudam e podem ajudar vocês também.

Tente manter a rotina

Se você está em home office ou tendo as aulas EAD é um grande alívio, pois ter algo para fazer nesses dias e em horários e dias definidos é ótimo, mas se você realmente está sem nenhuma obrigação para fazer em casa tente achar uma nova atividade para ocupar aquela que você fazia normalmente. Comece um curso online, tente um novo trabalho, tire do papel algum projeto que você tenha... Ter na rotina uma "obrigação" pode ser muito benéfico para sua saúde mental.

Desligue a TV

Se manter informado é ótimo, mas se você sofre de ansiedade, ficar com o noticiário ligado pode ser horrível pois não se fala em nada além de tragédia. Escolha um programa para assistir, ou uma hora do dia ou um dia na semana em que você irá se informar em algum site confiável, mas faça isso somente o necessário para ter uma atualização do que está acontecendo.

Pratique atividade física

Existem várias atividades físicas que se pode fazer em casa e existem vários canais e aplicativos que te ajudam a montar um treino. Mas lembre-se de conhecer seus limites e fazer tudo certo para não ter nenhum problema depois, pra mim o melhor aplicativo é o BTFit, pois ele monta o treino personalizado conforme você preenche as suas informações. Caso você não queira montar um treino você pode aprender uma coreografia, fazer yoga, uma série de alongamentos... Qualquer exercício que mova seu corpo irá te fazer bem.

Mantenha contato com seus amigos e familiares

Não é porque estamos em isolamento social que não podemos falar com as pessoas que a gente ama. Liga pros seus amigos e familiares, faz uma videochamada, marque um "rolê" online com aquele grupo de amigos que você não vê a muito tempo... Aproveite para se cercar de pessoas que te fazem bem, agora que a maioria está em casa mesmo é mais fácil achar um tempinho.

Não se cobre

E se no final de tudo você não conseguir fazer nada disso, passar o dia todo na cama vendo TV não se culpe. Você não precisa fazer nada, não precisa ser produtiva, se você não conseguiu saiba que está tudo bem. Faça o que te faz bem, independente do que todo mundo diz. 

Se você ainda assim se sente mal eu tenho um post com 5 passos para sair da bad, mas se mesmo assim nada tiver bem, procure a ajuda de um profissional, os psicólogos estão autorizados a oferecer consulta online e você pode ir buscar esse apoio. Logo tudo vai passar, fique bem!

19 de março de 2020

Home office: como manter a produtividade em casa?

No Brasil a modalidade home office é pouco praticada mas com certeza é o sonho de muitos, acontece que devido aos últimos acontecimentos muitas empresas optaram por aderir o home office durante este período de resguardo, a fim de preservar a saúde de seus colaboradores e de diminuir a contaminação no país. Muitas pessoas foram pegas de surpresas e podem estar com algumas dificuldades, afinal sabemos que em casa nós tendemos a ser mais "relaxados", por isso reuni algumas dicas pra você que vai trabalhar em casa nesse período, ou que já trabalha em casa mas ainda possui dificuldades.

Estabeleça horários

Cumprir uma escala é essencial para que você consiga produzir de maneira eficaz e separe seu tempo de trabalhar e seu tempo de descanso. Se sua empresa já estabelece os horários, ótimo, caso contrário, crie a rotina que melhor se adeque no seu caso.

Vista-se para trabalhar

Muitas pessoas acham a ideia de home office incrível, afinal, quem não quer trabalhar de pijama?! Mas este é um pensamento errado. Vista-se adequadamente, não precisa ficar de terno ou salto em casa, mas levante e coloque uma roupa adequada para que seu cérebro possa assimilar que aquilo é trabalho e não um domingo qualquer.

Avise seus familiares e quem mora com você

Trabalho exige um ambiente tranquilo e sem distrações, nem sempre podemos ter um escritório adequado, as vezes tem que ser na mesa da sala mesmo (como está sendo aqui em casa, apesar de termos um escritório), por isso, deixe claro aos seus familiares que você estará trabalhando, não podendo receber visitas, nem ir na padaria rapidinho... Converse também para que entendam que você precisa de concentração e não pode se distrair.

Tenho certeza que seguindo essas três dicas simples vai te ajudar muito a manter o foco e continuar com o trabalho excelente, mesmo que em casa. Caso tenham alguma outra dica, deixem nos comentários e vamos nos ajudar.